Tudo que você precisa saber para se sentir mais motivado ao definir suas metas para 2018.
15 de dezembro de 2017
Como dar feedback negativo?
19 de março de 2018

Evite o fracasso como Líder, tenha coragem de ser imperfeito!

iStock-604796238-700x481 Evite o fracasso como Líder, tenha coragem de ser imperfeito!

Na relação dos maiores medos do ser humano estão o medo de não ser bom o suficiente  e o medo de não ser amado. Por não ter claro como lidar com esses medos, é que muitos Líderes fracassam em suas jornadas

Ter coragem de ser imperfeito, assumindo suas vulnerabilidades é o segredo para ser bem sucedido em todas as áreas da vida.  

Essa foi a grande mensagem que aprendi  em um dos melhores livros que li neste ano de 2017 e que eu recomendo fortemente como sua próxima leitura: A Coragem de Ser Imperfeito, da autora Brené Brown.

Mas qual a definição?  Vulnerabilidade tem a ver com sentir vergonha e sentir medo. Pense nos momentos que você se sente vulnerável, lá no fundo qual é a verdadeira emoção?

Mas o que isso tem a ver com liderança?

Nos estereótipos do papel do Líder, algumas pessoas podem considerar uma figura forte, corajosa, sem falhas, sem medos, que parece ser bom o bastante para combater qualquer problema, que sabe demonstrar autoridade sem culpa e assim por diante. Faz sentido?

Mas será que esse Líder perfeito existe?

Em 20 anos de carreira em empresas e hoje ajudando centenas de pessoas a se desenvolverem como líderes eu posso garantir que não.

Os Líderes que fracassam são justamente os que assumem essa armadura de super herói para o mundo, mas que lá no fundo morrem de medo que descubram seu verdadeiro medo de não serem bons o suficiente. Como reflexo dessa armadura, precisam o tempo todo deixar claro quem está no comando.

Uma forma de reconhecer esse Líder que tem medo de ser descoberto é analisando o seu excesso  de justificativas, quando para evitar que sejam expostos em suas fragilidades nomeiam culpados, principalmente quando justificam alegando falta de preparo da equipe a falha de uma decisão ou projeto.   

A culpa é da equipe? Mas quem está no comando da equipe?

No momento em que o líder aponta o dedo para os outros se “esquivando” do problema é onde está o maior medo e sua maior vulnerabilidade, por isso adota uma postura de “fugir da responsabilidade” por trás de “falsa autoridade”. Aquele que assume a responsabilidade pelas falhas da equipe, expõe sua vulnerabilidade como líder,  porém conquista a genuína autoridade de corrigir a jornada se tornando uma pessoa mais forte que superou altos e baixos.  

Você como liderado, analisando os exemplos acima qual Líder vai lhe promover maior admiração? O que culpa ou o que assume a responsabilidade como integrante e líder da equipe?

Quando buscamos o perfeccionismo estamos mais preocupados com a opinião dos outros do que de fato com os resultados que precisamos promover, por isso que muitas vezes a maioria dos Líderes fracassam quando tentam ser perfeitos.

Conquiste sua autoridade vivendo com ousadia a sua história, enfrentando seus medos e não se escondendo atrás deles, mas os enfrentando, sabendo que você não é perfeito mas está disposto a aprender a cada dia com os seus próprio erros.  

Aliás eu verdadeiramente não acredito em erros, tudo é uma forma de resultado que deve ser utilizado como forma de ajustar a jornada com o seu próprio exemplo de superação, agir assim, com certeza demonstra muito mais coragem.

Faz sentido para você?

Comente ou faça sua pergunta e será uma grande alegria te responder.  😉

PS: Se quiser evoluir mais nesse tema, sugiro como complemento meu ebook gratuito –  As 10 Premissas para se conquistar autoridade, nele eu compartilho meu exemplo pessoal de como consegui o respeito da equipe de um jeito descomplicado e longe de ser perfeito 🙂

 

Até mais

Amanda Gomes

Amanda Gomes
Amanda Gomes
Sou formada em Administração de Empresas, pós-graduada em Gestão de Varejo pela Fia Usp – MBA Executivo pela Fundação Dom Cabral. Sou especialista na área de análise comportamental DISC, Practioner em Programação Neorolinguística, Life, Business e Career Coach formada pela Sociedade Brasileira de Coaching, certificada UPW com Anthony Robbins nos EUA para aprimoramento em competências de empoderamento pessoal. Hoje são mais de 600 horas de atendimento como Coach e centenas de clientes que já se desenvolveram por meio do meu método.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *